COMUNICAÇÕESPAINEL PRINCIPAL

 

 

 

 

 

ACESSO AOS DADOS E GUIA DA SÉRIE STAR TREK DISCOVERY:

 

 

 

 

SUMÁRIO E GUIA DA PRIMEIRA TEMPORADA - Data Estelar 20180414

A nova Série de TV no universo de Jornada nas Estrelas (Star Trek Discovery) foi  filmada em Toronto (Canadá) e estreou em grande estilo no dia 24 de setembro de 2017 no serviço de Streaming CBS All Acess, entretanto o resto do mundo assiste a Série pela NETFLIX no dia seguinte. Na primeira temporada foram 15 episódios entre 2017/2018, vejam dados dos episódios no link acima. Os produtores executivos da série são: Gretchen Berg, Aaron Harberts, Rod Roddenberry, Trevor Roth, Heather Kadin e Alex Kurtzman, pessoas conhecidas e envolvidas com a franquia pela CBS.  Compondo está parte por traz das telas temos o Nicholas Meyer e Kirsten Beyer que são os roteiristas chefes e produtores de consultoria. 

Cada um tem em sua concepção sobre qual ideal que Gene Roddenberry buscava mostrar em Star Trek, lá nos anos 60... pois cada um tem uma visão própria desta Jornada nas Estrelas. Para mim... eu acredito que Gene buscava que sua Série fosse um espelho para a humanidade e mostrasse como nós, como espécie humana, podíamos triunfar sobre nossas próprias falhas. Cada um de nós, seres humanos, temos o potencial de sobrepor os nossos instintos mais baixos e realmente sermos bons e melhores. Tudo isso vinha enlatado em uma espaçonave, viajando pelo espaço cheia de aventura, excitação, humor e algumas damas verdes rebolativas.

 

Roddenberry usou sua plataforma para abordar naquela época o racismo, o sexismo, o uso de drogas, o trabalho escravo, o envelhecimento, a guerra, a tecnologia, o terrorismo e os problemas mundiais... potencializados em outras culturas pelo espaço. O impacto cultural daquela Série não pode ser negado, e ajudou a formar pensadores, cientistas, engenheiros, que de alguma forma, ajudaram a desenvolver a humanidade atual, seja no campo tecnológico, como no social. Entretanto aquelas falhas e mazelas da humanidade ainda perduram em diferentes níveis, e até com novas roupagens.

 

Esta primeira temporada de Star Trek: Discovery veio mostrar que estas falhas da humanidade ainda persistem, e até mesmo dentro das comunidades de fãs de Star Trek, onde persistem coisas como o preconceito, sexismo, racismo que afloram quando uma oficial de comando negra, que errou em uma avaliação, apoia um casal homossexual, e seu capitão interino alienígena.

 

Com certeza esta nova Série Star Trek: Discovery é diferente de tudo que vimos, pois foi escrita para uma nova geração de fãs, que precisam entender sua própria humanidade, dentro de um patamar tecnológico diferente, que não é perfeita e comete falhas, e busca a reparação de seus atos, e assim como nós lá atrás...vão refletir no espelho desta nova sociedade atual e perceber que podem ser melhores a cada dia, buscando sempre uma sociedade mais justa com todos, sejam de que raça forem, opção sexual, cor de pele, nível cultural, religião, etc... Star Trek Discovery veio para quebrar regras... Assim como a série Star Trek Clássica.

 

Este ajuste aos tempos novos e a priorização que personagens reais, falhos, mas que juntos, e em equipe, buscam se superar seus erros e defeitos, talvez seja a principal explicação para a grande audiência mundial de ST Discovery, com semanas seguidas no topo das Séries Digitais (Distribuição por plataformas de Streaming) e também na audiência da TV em geral.

 

 

Realmente eu entendo... e até concordo com algumas críticas dos fãs mais antigos do Universo Star Trek, mas é inegável todo o esforço dos produtores, técnicos e atores em respeitar todo uma arcabouço de histórias de 6 séries (729 episódios) e 13 filmes anteriores, entretanto atualizando e trazendo para a época atual, seja no formato novelizado, ou na tecnologia, roteiro, elenco e qualidade de filmagem/produção. 

 

A idéia de fazer este guia da primeira temporada é ajudar os fãs a entender toda a temporada como uma grande “novela”, com os episódios interligados, com histórias temáticas em cada um, mas definitivamente, fazem parte de uma grande arco, onde a história da primeira temporada é única, dividida em 15 episódios.

 

 

LINHA DE TEMPO:

 

Estar em uma linha de tempo se tornou algo bem importante para entender todo o contexto, pois atualmente temos duas Linhas de Tempo funcionais no Universo Star Trek: A ORIGNIAL onde se encontram todos os episódios das Séries de TV exibidas e os 10 primeiros filmes para o cinema e a Linha de Tempo KELVIN, gerada pelos três filmes dirigidos e produzidos por J.J Abrams.

 

 

Star Trek Discovery se encontra na Linha de Tempo ORIGINAL, 105 anos após o inicio das aventuras da Série ENTERPRISE e 10 anos antes das viagens espaciais da Série Clássica, sob o comando do Capitão James T. Kirk. Esta primeira temporada nos apresenta os anos de 2256 e 2257, onde a Federação Unida dos Planetas enfrenta uma Guerra  sangrenta contra os Klingons. Devido a este período de tempo, existe a possibilidade de aparecerem personagens conhecidos da Franquia (como Kirk, Spock, Pike ou Robert April) nos episódios, em versões mais jovens que atuais, e talvez a primeira oficial de Enterprise NX-01, a vulcana T'Pol em uma versão mais velha. 

 

Devido a nova aparência dos Klingons, muitas críticas foram direcionadas a nova Série, remetendo que poderia estar em outra Linha de Tempo, mas esta foi uma opção dos produto-res em resgatar idéias originais da aparência dos Klingons, veja a seme-lhança com este esboço  de  1977, parte dos esboços originais dos Klingons desenhados para o filme do cinema "Star Trek: The Motion Picture“, produzido pelo próprio Gene Roddenberry.

 

 

Várias referências ao longo da temporada colaboram com a Linha de Tempo Original, como quando a USS Discovery está no Universo Espelho e descobrem dados da nave USS Defiant NCC-1764, sequestrada pelos Tholianos do universo espelho em 2268 e transportada por uma ruptura espacial para 2155 para então usá-la em uma rebelião contra o Império Terrano.

 

 

O produtor Bryan Fuller adiantou que um evento importante da história da Frota Estelar, conhecido dos fãs, e que foi referenciado na série original, será explorado nesta primeira temporada. Entretanto ele excluiu a guerra romulana, Kobayashi Maru e a Batalha de Axanar, como sendo possíveis eventos a serem retratados na nova série. Sobre a aparição da Seção 31, setor secreto de operações especiais, ele deixou em aberto a possibilidade - “It’s not impossible”.   

 

OS UNIFORMES:

 

Outro ponto que chamou a atenção da comunidade de fãs foram os uniformes, que em tese deveriam parecer com os usados no episódio “The Cage”, ou algo similar. Mas os detalhes do uniforme da tripulação da USS Discovery são bem diferentes. Com base azul, os comandantes possuem detalhes em dourado, a equipe científica possui detalhes em prateado e o resto dos oficiais usa o uniforme azul com detalhes em bronze. A equipe médica conta com uniformes brancos com detalhes prateados.

 

 

Entendemos que estes uniformes estejam numa fase de transição entres os macacões azuis utilizados pela Frota Estelar na Série Enterprise e os futuros uniformes coloridos da Série Clássica. Em algum momento nas próximas temporadas, teremos uma transição, e será interessante ver como será feita essa transição, pois não foi mostrada em nenhuma Série uma transição entre modelos de uniformes da Frota Estelar.

 

EQUIPAMENTOS E DETALHES:

 

Todos foram unânimes em elogiar os equipamentos de cenas tanto da Frota Estelar quanto dos klingons. O design foi primoroso em trazer algo que para hoje em dia se parecesse do futuro, sem perder a essência do design dos anos 60, tendo em vista toda diferença de tecnologia empregados nestes equipamentos de cena para esta Série. 

 

 

Os artefatos e equipamentos Klingons também tem detalhes primorosos, aqueles do tipo que dificilmente aparecerá numa cena, mas faz parte de um contexto pensado e elaborado para contar uma história.

 

Agora é só esperar a Segunda Temporada de Discovery que entra em filmagem em abril, mas não tem uma data confirmada para estrear. Porém, tanto os fãs novos quanto antigos, estão felizes por ter uma Série Star Trek no ar continuamente. Podendo ser assistida quase em tempo real em todo mundo, via plataformas de Streaming.

 

 

 

 

 

 

Compartilhe:

 

 

VOLTAR

 

HOMEPAGE CRIADA E MANTIDA PELO WEBDESIGN:  MDANIEL LANDMAN  grupoussventure@gmail.com

Star Trek®  e todas as séries derivadas, assim como os personagens, são marcas registradas da Paramount Pictures,

 uma divisão da Viacom, com todos os direitos reservados.
Esta Homepage, bem como todo a material e publicação aqui apresentados estão livremente disponíveis ao público, e tem por finalidade apenas divulgar a série e compartilhar todo o conhecimento com as gerações futuras, sem fins lucrativos.